VICTORIA’S SECRET

por Adriana

A primeira loja da VICTORIA’S SECRET foi aberta em 1977, localizada no Stanford Shopping Center na cidade de San Francisco, pelas mãos de Roy Raymond por uma razão muito forte: ele se sentia desconfortável nas lojas ao comprar lingeries para sua mulher. O nome da marca foi inspirado pela admiração de seu fundador em relação a Rainha Vitória. O grande sucesso da loja foi proporcionar privacidade em comprar roupas íntimas em um local especializado e não em lojas de departamento, onde o número de pessoas era enorme, causando certo constrangimento. E este sucesso foi traduzido nas vendas ao final de seu primeiro ano. Era o começo da “revolução sexual” que transformaria o segmento de roupas íntimas nos Estados Unidos. No ano seguinte é lançado o famoso catálogo para compra por correspondência da VICTORIA’S SECRET, adicionando mais um canal de venda a seus produtos. A resposta do público ao catálogo foi imediata e enorme.

BiquíniBiquiniBiquini

Quando em 1982 a empresa foi comprada pela Intimate Brands, a marca já era sinônimo de roupas íntimas sexy. A nova proprietária manteve a imagem da marca intacta e expandiu-a para os centros comerciais americanos. Uma das primeiras ações tomada pelos novos proprietários foi acrescentar nas capas de seus catálogos fotos de casais em poses sensuais e modelos posando e desfilando com as roupas íntimas da marca. Foi a partir da década de 90 que a VICTORIA’S SECRET começou a diversificar seus produtos com o lançamento da linha swimwear (composta de biquínis e maiôs) em 1991; lingeries feitas de cotton em 1993; linha de cosméticos e o sutiã Miracle Bra, que aumentava o tamanho dos seios, em 1994; a linha de meia-calças em 1998; a linha de cosméticos e beleza VICTORIA'S SECRET BEAUTY, também em 1998; o perfume Dream Angels em 1999; o primeiro perfume masculino, chamado Very Sexy for Him, e o perfume feminino Pink, em 2001. Outro fator de sucesso para aumentar o faturamento da marca foi o lançamento de seu comércio eletrônico (1998), que se mostrou rentável desde o primeiro dia.

MaiôBiquiniMaiô

Porém as novidades não pararam por aí. Em 2004 lançou a linha VICTORIA’S SECRET PINK, composta por pijamas, lingeries, biquínis e acessórios, para mulheres entre 18-22 anos. Recentemente, em 2008, a marca lançou duas grandes novidades no mercado: a versão de seu site em espanhol e o sutiã BioFit Uplift, que se adapta ao tamanho e peso dos seios de cada mulher, disponível em 20 tamanhos e cores diferentes. O sucesso da marca nas lojas dos aeroportos brasileiros vinha sendo tão acima das expectativas que a VICTORIA’S SECRET elegeu o Brasil para abrir a primeira unidade no mundo no conceito, batizado de travel retail (varejo de viagem). Em junho de 2009, sem nenhum alarde, a marca abriu uma loja de 80 metros quadrados no Duty Free do aeroporto internacional de Cumbica, em São Paulo.
A marca é conhecida pela sua linha de lingeries provocantes e sensuais, mas também pelo casting de supermodelos (top-models) que personificam o espírito da VICTORIA’S SECRET. As Angels originais eram: 

Maria Inés Rivero, Adriana Lima, Heidi Klum, Rebecca Romijn, e Tyra Banks. Entre as VICTORIA’S SECRET ANGELS, como são chamadas as modelos contratadas pela marca, estão as brasileiras Adriana Lima, Alessandra Ambrosio, Izabel Goulart e Fabiana Semprebom; as americanas Selita Ebanks e Marisa Miller, a alemã Heidi Klum, a holandesa Doutzen Kroes, a australiana Miranda Kerr, Behati Prinsloo da Namíbia e a deslumbrante Karolina Kurkova.

Outras beldades internacionais como Naomi Campbell, Tyra Banks, Eva Herzigová, Petra Němcová, Tricia Helfer e Gisele Bündchen já fizeram parte do casting da marca.

Tá bombando